Meu Perfil
BRASIL, Sul, Mulher, de 46 a 55 anos, Japanese, Cinema e vídeo, Gastronomia, utinaguti e novelas orientais



Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens
     utinaguti
     o que eu acho
     filmes e novelas
     lugares
     musica


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     Kanji em madeira
     Twitter do Millôr Fernandes
     Cawaii - elas moram no Japão
     Rosana Hermann
     Alexandre do Lost in Japan
     gastronomia Marcelo Katsuki
     Lu na China
     Kiyomi em Yokohama
     Kuniyoshi Name - blog
     Elisa no Japão
     blog da Maria Helena
     alquimia do verbo
     Sobre Okinawa
     dicionário de kanjis
     blog de Alexandre Inagaki
     para estudar japonês
     Etiqueta japonesa
     sobre Okinawa


     
     
    ...:+< YUNTAKU - TIAMPURU >+:...

    o que eu acho



     
     

    HORÓSCOPO

    Na Revista Veja desta semana saiu a notícia de que está errada a interpretação dos movimentos celestes usada pela astrologia para determinar os signos de acordo com a data de nascimento.

    E, descobri assim, sem um aviso-prévio ou anestesia que não sou mais do signo de Libra, sou de Virgem. Eu tinha muito orgulho de ser de Libra, pessoa equilibrada e justa (a maledicência diz em cima do muro).

    E, agora José?

    Minha filha era de Sagitário e agora é de Escorpião. Meu filho era de Gêmeos, agora é de Touro. Só o meu marido se manteve no mesmo signo.

    É muita confusão para os astrólogos.

     

    Veja na Folha Uol, como fica o novo Zodíaco, com a criação de um 13º signo e as explicações das mudanças que ocorreram na posição dos astros sendo que o Zodíaco antigo havia sido definido há quase três mil anos.

    http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/860078-astronomo-defende-novo-zodiaco-veja-se-o-seu-signo-mudou.shtml

     



    Escrito por eu mesma às 10:21:22 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Entrevista com Ricky Martin na Revista Veja desta semana

     

     

    Assumir publicamente a opção sexual, acho que realmente traz paz à pessoa. Na verdade, não é importante sabermos o que as pessoas fazem nos seus aposentos íntimos e nem precisamos saber. Mas, a pessoa perante a sociedade ou é solteira ou tem alguém. Não deve ser legal ter alguém e dizer-se solteira e não poder sair junto livremente para fazer supermercado, ir ao shopping ou jantar fora e dar aquele abraço meio distraído, vez ou outra.   Se, mais pessoas  assumirem publicamente;  num futuro próximo, ninguém vai reparar mais esse abraço meio distraído.

     

     



    Escrito por eu mesma às 10:14:23 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Disconnect to connect

     

    Recebi o vídeo abaixo, muito bacana.  Desconecte-se.

    As festas de fim de ano são um período para dar uma pausa à internet.  Fazer reflexões.    O que é melhor do que a comunicação  virtual?  um abraço caloroso e carinhoso, ficar junto das pessoas que amamos, sentir o aroma e saborear uma comida deliciosa, sentir a brisa refrescante ao caminhar à sombra de árvores, ver o céu estrelado longe de  barulho e postes de iluminação...  então dê uma pausa.... desconecte-se e conecte-se com tudo que é real...

     

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 06:37:57 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    JANE AUSTEN 235º aniversário

     

    HAPPY BIRTHDAY!     "Semana da Jane Austen"

     

     

    No dia 16 de dezembro foi comemorado o 235º aniversário de nascimento da maior escritora em língua inglesa,  Jane Austen.  Ela tem muitas fãs na internet.  E  há muitos blogs oferecendo sorteios de prêmios e  brindes.

     

    Há muitas e muitas  discussões e debates também.  Pelo que li:  o livro mais famoso é Orgulho e Preconceito, em inglês Pride and Prejudice ou simplesmente P&P. Outra obra famosa é Razão e Sensibilidade, que em Portugal é Razão e Bom Senso ou em inglês Sense and Sensibility ou S&S.

     

    Qual o filme ou mini-série?   Eu achei maravilhosa a mini-série em 6 capítulos de Orgulho e Preconceito, com o ator Colin Firth como Mr. Darcy e adorei o filme Persuasão com o ator Ciaran Hinds como Capitão Wentworth.

    Qual o personagem masculino mais querido?  pra mim, Mr Darcy que começa orgulhoso e no final é mesmo o cavalheiro. O que o amor não faz?

    Qual a personagem feminina mais querida?  pra mim, é uma característica de cada uma.  A inteligência certamente de Elizabeth Bennet.  O romantismo de Marianne Dashwood.  A auto-suficiência de Emma Woodhouse.   A meiguice de Anne Elliot.   A sensatez de  Elinor Dashwood. 

    Qual o trecho "mais mais" de algum livro ?  Do que li, é a carta do Capitão Wentworth para Anne Elliot.

    É uma linda história de amor que irradia esperança.  Onde as pessoas  influenciadas por esse sentimento propagam aos filhos e amigos para que estes se tornem bons cidadãos e façam do mundo,  um lugar melhor para viver...   (bla bla bla???)

     

    Trecho da carta na obra Persuasão (em português de Portugal):

     

    “Já não consigo escutar em silêncio. Tenho de lhe falar pelos meios ao meu alcance. Anne transpassa-me a alma.

    Sinto-me entre a agonia e a esperança. Não me diga que é demasiado tarde, que sentimentos tão preciosos morreram para sempre.

    Declaro-me novamente a si com um coração que é ainda mais seu do que quando o despedaçou há oito anos e meio. 

    Não diga que o homem esquece mais depressa que a mulher, que o amor dele morre mais cedo.

    Eu não amei ninguém, se não a ti.

    Posso ter sido injusto, posso ter sido, fraco e rancoroso, mas nunca inconstante. Vim a Bath unicamente por sua causa. Os meus pensamentos e planos são todos para si.

    Não reparou nisso? Não percebeu dos meus desejos? Se eu tivesse conseguido ler os seus sentimentos, como creio que deve ter decifrado os meus, não teria esperado estes dez dias.  Mal consigo escrever... Uma palavra, um olhar será o suficiente para decidir se irei à casa de seu pai esta noite, ou nunca.”

     

    Tradução de Isabel Sequeira, achei o livro todo aqui neste atalho:

    http://www.scribd.com/doc/10183025/Jane-Austen-Persuasao

     

    Eu li Persuasão da Editora Landmark, bilingue.  E, eu que nada entendo de traduções, amei o livro e estava querendo adquirir Emma e Mansfield Park.

    No entanto, na notícia abaixo, descobrimos que uma tradutora viu o que muita gente como eu, não viu.  E, desceu a lenha nessa edição e na Editora Landmark.

     

    http://blogs.estadao.com.br/link/processada-por-denunciar/

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u714805.shtml

    http://wp.clicrbs.com.br/mundolivro/tag/raquel-sallaberry/

    http://janeausten.com.br/2009/08/persuasao-original-e-traducoes/

     

     

    E agora José?  Quero o livro ou não quero?

     

     

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 10:55:51 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    AMIZADE - AMIGOS

     

     

    Ao ler o blog da Kiyomi, http://piggy-sakura.blogspot.com/ , reflito que precisamos dos amigos para viver o dia a dia.  

    Eu, por aqui, tento aprender danças okinawanas com uma turminha.  Havíamos marcado um novo treino para sábado à tarde. Porém, era uma tarde de chuva torrencial, daquelas que você só sai de casa se for para um compromisso muito especial. E era um compromisso muito especial para algumas pessoas.  Porque não era só aprender a dança. Como cada uma leva um prato/bebida, ficamos rindo, comendo, conversando e treinando até escurecer. E, uma delas disse: tenho a turminha do curso de patchwork que não troco por nada... Pois é, cada uma também tem um núcleo de amizade, a da vizinhança, a da novena, a do tanomoshi (たのもし),  dos tempos da faculdade... e assim por diante...

    Da mesma forma, tenho uma turminha (só mulheres) no trabalho que não troco por nada,  há muitos anos. 

    Os seguidores de blogues também criam as turminhas que só falta um dia se encontrar de verdade para dar um grande abraço... Mas, será que precisa?

    Como a Kiyomi falou da música “Best Friends” do Smap, lembrei de uma outra música,  “L’Amitié” de Françoise Hardy que fala da amizade. Não é amizade de jovens na flor da idade e sim, de quem já passou por muita tempestade....

     

    Tradução de L’Amitiè

    Muitos de meus amigos vieram das nuvens,

    Com o sol e a chuva como bagagem.

    Fizeram a estação da amizade sincera,

    A mais bela das quatro estações da terra.

    Têm a doçura das mais belas paisagens,

    E a fidelidade dos pássaros migradores.

    E em seu coração está gravada uma ternura infinita,

    Mas, as vezes, uma tristeza aparece em seus olhos.

    Então, vêm se aquecer comigo,

    e você também virá.

    Poderá retornar às nuvens,

    E sorrir de novo a outros rostos,

    Distribuir à sua volta um pouco da sua ternura,

    Quando alguem quiser esconder sua tristeza.

    Como não sabemos o que a vida nos dá,

    Talvez eu não seja mais ninguém.

    Se me resta um amigo que realmente me compreenda,

    Me esquecerei das lágrimas e penas.

    Então, talvez eu vá até você aquecer

    Meu coração com sua chama.

     

    L' Amitié - 

    Françoise Hardy

     

    Beaucoup de mes amis sont venus des nuages
    Avec soleil et pluie comme simples bagages
    Ils ont fait la saison des amitiés sincères
    La plus belle saison des quatre de la terre

    Ils ont cette douceur des plus beaux paysages
    Et la fidélité des oiseaux de passage
    Dans leurs cœurs est gravée une infinie tendresse
    Mais parfois dans leurs yeux se glisse la tristesse

    Alors, ils viennent se chauffer chez moi
    Et toi aussi tu viendras

    Tu pourras repartir au fin fond des nuages
    Et de nouveau sourire à bien d'autres visages
    Donner autour de toi un peu de ta tendresse
    Lorsqu'un autre voudra te cacher sa tristesse

    Comme l'on ne sait pas ce que la vie nous donne
    Il se peut qu'à mon tour je ne sois plus personne
    S'il me reste un ami qui vraiment me comprenne
    J'oublierai à la fois mes larmes et mes peines

    Alors, peut-être je viendrai chez toi
    Chauffer mon cœur à ton bois

     

    Fonte: http://letras.terra.com.br/francoise-hardy/57333/traducao.html

     

     



    Escrito por eu mesma às 09:23:33 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Meias descasadas e a esperança de encontrar o par um dia

     

     

    Com o tempo (muito tempo) fui guardando meias e mais meias sem o par, num saco na lavanderia,  desde não me lembro quando.  Provavelmente desde que moro neste apartamento, há 18 anos.  

    Pensei,  qual o motivo de guardar essas meias?  É a esperança de encontrar o par?  Tem certeza? Se todas as meias solitárias foram para o mesmo lugar,  não seria óbvio que a outra também viesse?  Então qual o motivo de guardar?  No íntimo e cabisbaixa, respondo: é que às vezes elas demoram para perceber que estão sozinhas e vir para o saco... 

    Acho que tem meia do tempo em que a minha filha (casada) era criança ainda... e continua ali... como são muitas meias, não dá prá saber quando cada uma veio.  E ali elas estão, todas juntas e solteiras ao mesmo tempo, na espera de reencontrar a parceira para poder continuar o seu papel: serem usadas até furar e ir para o lixo, o seu destino final.

     


     Tirei uma foto, só das meias femininas. Mas, tem meias do marido e do filho também.  As pretas, cheia de bolinhas ou manchadas no calcanhar, já estou jogando fora.  Meia sem par, nem pra doar serve. (bem que pensei no inverno em usar essas descasadas pra dormir, pelo menos três em cada pé, porque sou muito friorenta).

     

     



    Escrito por eu mesma às 05:32:46 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    AUDIOLIVRO - ADOREI!!!

     

     

    Minha amiga é adepta do audiolivro há algum tempo e vai ouvindo enquanto está no trânsito. Segundo ela, as de Machado de Assis são ótimas.

    Ela me emprestou Comer, Rezar e Amar... já que assisti ao filme.

    Eu não ando muito de carro e tenho ido ao trabalho a pé, nos dias de sol.

    Então, limpei o meu Ipod e o ocupei com todo o livro.

    É uma delícia! Para quem gosta de ouvir histórias, é como se uma amiga estivesse contando.  Também tenho escutado ao fazer exercícios na academia.

    Só tem um problema.  Neste livro que descreve a Itália, a Índia e Bali (Indonésia), há muitas palavras que não sei como se soletra.

    Exemplo: Guruguita...aquela oração hindu com 182 versos...

    Mas, virei fã de audiolivro!

     

    veja no site abaixo, as promoções de audiolivro:

    http://www.audiolivro.net.br


     

     



    Escrito por eu mesma às 10:42:55 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    13 aspectos

     

    Atalho para o blog do Alexandre Inagaki http://www.interney.net/blogs/inagaki/

     

    No blog do Alexandre Inagaki há 9 coisas sobre ele.

    Isso me levou a escrever sobre mim.

    Se me perguntassem há cinco anos, pouca coisa seria igual.

    Ainda estou sedimentando meus sonhos e desejos de acordo com o tempo que vai passando para avaliar o que é viável e o que é intolerável.  Diariamente, constato que ainda assim, vale a pena ter esperanças e acalentar projetos, grandes projetos...

     

    1)   com o tempo aprendi a ter paciência com as pessoas;

    2)   gosto de línguas estrangeiras, mas não sou fluente em nada, consigo pegar algumas coisas em inglês, japonês e utinaguti (dialeto de Okinawa) e com a minha amiga taiwanesa tento aprender um pouquinho de chinês ou hanyu;

    3)   gosto de ver novelas japonesas e coreanas.  Novelas da Globo que vi: Irmãos Coragem (primeira versão), Minha Doce Namorada, Carinhoso, Uma Rosa com Amor, Locomotivas, Selva de Pedra (primeira versão).

    4)   gosto de Jane Austen (livros, mini-séries e filmes); de Haruki Murakami e  Chico Buarque.

    5)   adoro bolo com café sem açúcar, chocolate, bacalhoada, paella, feijoada, moqueca, nishimê, arroz com lentilhas árabe...

    6)   a primeira vez no cinema foi com meu pai para assistir Os Dez Mandamentos. Tinha menos de 10 anos;

    7)   aos 18 anos era fã de Toquinho e Paul McCartney. Alguns LPs que tive, The Beatles, Vinícius e Toquinho,  Pink Floyd com a capa de um prisma;

    8)   a pedido de marido e filhos, não divulgo o nome completo. Sou  Nozomi, a yuntaku (conversadeira);

    9)   quando me aposentar quero morar na praia,  acima do Trópico de Capricórnio. Abaixo do, o mar é meio gelado;

    10)         trabalho numa estatal, faço análise econômico-financeira de empresas, escrevo súmulas no computador. Por isso nas horas de internet,  prefiro ver o youtube que escrever;

    11)         fiz engenharia e conheci o meu marido na faculdade; tenho dois filhos, a filha engenheira casada com um engenheiro e o filho solteiro também engenheiro. A soma dá cinco engenheiros mas, não gosto mais de engenharia, prefiro a poesia das histórias românticas.

    12)         eu comecei o blog para divulgar as coisas de Okinawa e fui descobrindo que na verdade entendo muito pouco do assunto. E, não dá pra ficar falando o tempo todo sobre coisas que ignoro;

    13)         tento me controlar mas, falo em voz alta. No coral, sou contralto.

     

     

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 09:08:29 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    OS POLÍTICOS

    Essa imagem busquei no blog da Maria Helena:

    http://helenasantini.blog.uol.com.br/

     

    Por último, são sempre os políticos.  Às vezes, não dá vontade de votar.  Porque é difícil alguém bem intencionado entrar na política.  Os mal intencionados,  aos montes.  

    Alguém já me disse um dia, pare de reclamar, entre num partido político e faça a diferença.  Mas, a passividade toma conta dos nossos desejos....

    Então, é melhor não falar de política.   Só deixo a imagem aí...



    Escrito por eu mesma às 07:34:25 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    SOBRE O CLIMA DE CURITIBA

    Curitiba não é lugar pra qualquer um morar.  Tem que ser muito forte.  Na semana passada, havia um frio terrível por aqui. Hoje, está um calorzinho de verão curitibano que dá direito a sorvete, suco gelado e muita fruta.

    Ainda que eu e mais umas trocentas pessoas estejam com a garganta inflamada, tossindo e incomodando todo o mundo, principalmente no trabalho....  Tem que ter saúde pra aguentar isso...



    Escrito por eu mesma às 06:52:18 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    NOVOS FILÓSOFOS?

     

     

    Nesse mundo moderno,  há espaço para novos grandes filósofos?

     

    Minha amiga mostrou-me o novo celular que ganhou. Tem TV digital, jogo de sudoku, tudo e mais um pouco para vasculhar quando ela não está fazendo absolutamente nada. É uma maravilha.

    No blog do Querido Leitor, a Rosana Hermann nos conta que enquanto espera baixar os vídeos no youtube, joga um joguinho (snake) no próprio youtube.

    Atualmente, é muito normal três pessoas caminharem juntas e cada um conversar no celular com outras três pessoas. 

    Em locais públicos onde há mesas, pode se observar pessoas de uma mesma tribo batendo papo mas, cada um com o seu netbook acessando também a internet...

    Então, o que se vê em todos os ambientes são pessoas fazendo muita coisa ao mesmo tempo, sem sobrar um tempo para pura e simplesmente pensar. 

    As boas idéias quando surgem, não ocorrem no momento em que se pensa despretenciosamente? Também as boas decisões ou mesmo as boas reflexões?  Por conta de todas essas tecnologias... há intervalo para ficar só divagando?  Nesse caso, haverá espaço para o surgimento de novos grandes filósofos?

    Não entendo muito de filosofia porém, acho que todos esses pensamentos historicamente consolidados surgiram porque os filósofos reservavam um longo tempo em suas vidas para pensar e pensar...sem interferências... 

    Como viveriam hoje, citando só alguns, Sócrates e Platão ou os mais recentes, Maquiavel, Decartes, Voltaire, Kant ou Marx? Qual deles teria um celular com tudo aquilo que citei lá em cima?

    Certamente, Sócrates diria que viveria muito bem sem tecnologia. Quem sabe Voltaire gostaria de toda essa parafernália moderna? 

     

    Atalho para o blog da Rosana Hermann

    http://noticias.r7.com/blogs/querido-leitor/

     

    Atalhos para alguns textos sobre os filósofos

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Voltaire

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Immanuel_Kant

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Nicolau_Maquiavel

    http://pt.wikipedia.org/wiki/René_Descartes

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Marx

    http://mb-soft.com/believe/tto/philoso.htm

     

     



    Escrito por eu mesma às 10:19:45 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    QUINO - AUTOR DE MAFALDA

     

     

    Uma boa dica de um livro de histórias em quadrinhos,  para ver demoradamente com a família e competir  quem entendeu mais ligeiro, o quadrinho.

    Título: Cada Um No Seu Lugar, de Quino.

    Editora Martins Fontes, tradução de Mônica Stahel.

    Quino é cartunista argentino, autor da personagem  “Mafalda”.

    Apreciar os seus quadrinhos, alguns chamam de quinoterapia.

     Algumas ilustrações que nos presenteia com o seu humor refinado e sutil, aqui embaixo:

    Quadrinho da página 15

     

    página 80:

     

    página 70:

     

    página 90:

    Este quadrinho é tão sutil que eu não entendi.  Aliás, ninguém da minha família entendeu. 

    Se você captou a mensagem, por favor, não omita. A sua inteligência só vai ajudar.

     


     

     



    Escrito por eu mesma às 05:45:17 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    sobre a Internet

     

    Se você é como eu e fica navegando por aí, vendo vídeos e blogs e deixa a panela no fogão queimar também, agradeça por não ter nascido na época de Leonardo da Vinci.

    Que não havia nada disso,  como esse vídeo (trecho) do filme Adaptação de Charlie Kaufman:

     

     



    Escrito por eu mesma às 07:24:08 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    COPA DO MUNDO, BAH!

     

     

    A Copa de 70 foi a que gravei na memória por muito tempo, os resultados de cada jogo e também os nomes dos jogadores daquela seleção. Foi a única.

    Lembro também de um professor de história que morava em outra cidade e vinha dar aulas, na minha, Cambará.   O professor Hélio era baixinho, tinha um fusca azul anil, acho que fumava muito também (no meio das aulas) e era maçon conforme explicou porque assinava as provas com três pontinhos ao final.

    Quando terminou aquela Copa, na segunda-feira, no meio das aulas, o professor contou-nos que tinha enfeitado todo o fusca com bandeirinhas e fitinhas em verde-amarelo, tendo deixado o carro guardado (escondido) na garagem para o caso do Brasil perder a final, porém como ganhou, saiu à rua e fez o maior sucesso.

    Todos na sala ficaram embasbacados, porque em Cambará, ninguém tinha tido essa idéia. Foi uma grande expressão de criatividade, para nós, na cidadezinha que quase não acontecia nada.

    Assim, a Copa ficou na minha memória por tanto tempo, graças ao professor por ter nos transmitido toda a emoção de participar da vitória, como um evento extraordinário,  naquele tempo de “Brasil, Ame-o ou deixe-o...”

     

    Hoje eu digo: Copa do mundo, bah!

     

     



    Escrito por eu mesma às 07:15:07 AM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     


    Escrito por eu mesma às 11:40:00 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]