Meu Perfil
BRASIL, Sul, Mulher, de 46 a 55 anos, Japanese, Cinema e vídeo, Gastronomia, utinaguti e novelas orientais



Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens
     utinaguti
     o que eu acho
     filmes e novelas
     lugares
     musica


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     Kanji em madeira
     Twitter do Millôr Fernandes
     Cawaii - elas moram no Japão
     Rosana Hermann
     Alexandre do Lost in Japan
     gastronomia Marcelo Katsuki
     Lu na China
     Kiyomi em Yokohama
     Kuniyoshi Name - blog
     Elisa no Japão
     blog da Maria Helena
     alquimia do verbo
     Sobre Okinawa
     dicionário de kanjis
     blog de Alexandre Inagaki
     para estudar japonês
     Etiqueta japonesa
     sobre Okinawa


     
     
    ...:+< YUNTAKU - TIAMPURU >+:...

    utinaguti



     
     

    maaais palavras

     

     

    がらしまがい   (garashimagai)     câimbra  ou cãibra  (eu adorei a palavra)

    くんだー  (kundá)   perna

    くんだーがい  (kundágai)   cãibra na perna

    がまく  (gamaku)   cintura

     

     

    Soletrando e ouvindo todos esses sons, lembrei-me da assonância (repetição de fonemas e encontros vocálicos) na poesia simbolista da literatura brasileira.  Um tremendo choque, se compararmos os fonemas das palavras okinawanas com o trecho abaixo, da poesia Violões que Choram, do catarinense  Cruz e Souza:

     

    Vozes veladas, veludosas vozes,

    volúpias dos violões, vozes veladas,

    vagam nos velhos vórtices velozes

    dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas.


    copiei de:

    http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/cruz-de-souza/violoes-que-choram.php

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:56:17 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    outras palavras okinawanas

     

     

    Palavras okinawanas (うちなあぐち) não são amenas, suaves ou silenciosas (acho que não dá pra sussurrar).  Têm muita sonoridade,  são abruptas,  têm muitos ka, ku, ga, gu... as tais consoantes velares surdas ou sonoras...

    São palavras que tentam imitar os sons da natureza?  

    Repetições dão reforço à tentativa de se comunicar? 

     

    るばいかあばい (turubai kaabai)   relativo a distraído

    にーぶいかーぶい (niibui kaabui)   relativo a sonolento, estar com sono

    たっくいむっくい (takuwai mukuwai)  relativo a pegajoso, grudento, pessoa carente

    ごーぐちひゃーぐち (googuti hyaaguti)  relativo a emitir resmungos, ação de reclamar

    ひじゅるこーこー (hidjuru koo koosensação de frio

    あちこーこー (atikookoosensação de quente

    まがやーひがやー (magayaa higayaa)  relativo a envergar, curvar

    あしはいみじはい (ashihai midjihaisuar em bicas

    ーよーひさよー (tei yoo hissayoo)  gestos com mãos e pés

    あまはいくまはい  (amahai kumahai) para cá e para lá

    よーがりひーがり (yoogari hiigari)  relativo a magreza

    はーえーごんごん  (haae gon gon)  corre-corre, lufa-lufa

    らくらー (kuara  kuará)  relativo a brilhar, cintilar  (em português seria bling bling)

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:40:27 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    うちなあぐち

    ALGUNS ÓRGÃOS DO CORPO HUMANO

     

    mais palavras okinawanas -  algumas que eu não sabia, pedi ajuda aos universitários.

     

    ちむ (timu)  fígado

    ふくまあみ (fukumaami)  coração

    わたみいむん(watamiimun) víscera

    ふく (fuku) pulmão

    まーみ (maami) rim, pode ser também feijão

    たきー (takii)  baço

     (i)  estômago

    いーわた (í wata)  intestino

    わたぐあー (wataguá) intestino delgado

    くりー (kurí)  ovário

    いーやー (í yá)   placenta

     

    くす  (kussu)  fezes

    しいばい  (shiibai)  urina

    ちんぺー  (tim pêe)  saliva


    atalhos de páginas que me auxiliaram na tradução...

    http://nihongo.j-talk.com/kanji/

    http://tradukka.com/



    Escrito por eu mesma às 11:39:38 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Palavras em utinaguti (dialeto de Okinawa)

     

     

    Conforme informações de meu pai, cito abaixo, algumas palavras em utinaguti,  principalmente adjetivos para o ser humano.

    A palavra mais bonita que observei é   んじもーやー(tundyamooyápessoa que expressa alegria dançando.   Obá (nossa avó) usava muito essa expressão porque gostávamos de dançar quando crianças.   Tundya deriva de tonde ou tobu (voar em japonês) e mooyá de dançar em utinaguti.

     

    まくと  (makutu)     honesto(a)

    ゆくさー (yukussá)   mentiroso(a)

    ふりむん (furimun)  tolo(a)

    ふりまくと (furimakutu) sincero(a)

    きやー (deikiyá) inteligente

    きらんぬー (deikiran nuu) estúpido(a)

    いいちゅう (iitchuu)  bom(oa)

    やなー (yaná)   mau(á)

    いびらー(ibirá sovina, avarento(a)

    いばやー(ibayárude, tosco(a), grosseiro(a)

    んじゃりむん (undyarimun) rude, violento

    はごーむん(ragoomunrepulsivo(a)

    じゃふぇなむん (dyafenamun- pessoa irremediável

    なまじらー (namadyirádescarado(a), sem-vergonha

    おやー(oyáabriguento

    ぼーちらー (bootiráegoísta

    くめきやー(kumekyá econômico(a), detalhista

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:18:13 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Palavras em utinaguti (dialeto de Okinawa)

     

    すぐりむん (sugurimun) pessoa excelente, extraordinária

    みちあまやー  (mitiamayá) esperto(a), perspicaz

    むぬしり  (munushiri)    sábio(a),  pessoa bem informada

    じんぶなー (djinbuná esperto, sábio,

    いじゃー (idyá)   corajoso, bravo

    よーばー (yoobá) fraco

    やいざー  (yaizá) faz bravatas, finge coragem mas é covarde

    ーやはら (duu yahara) aspecto doentio

    びーらー  (biirá)   fraco(a), covarde

    さんさなー (sansaná) travesso(a), peralta

    かってなむん (katteinamun) atrevido(a), folgado(a)

    てえふあー (teefuá) brincalhão(ona), zombeteiro(a)

    あんだぐちゃー (andagutyá) bajulador(a), subserviente (puxa-saco)

     

      obs.:  むん (Mun) deriva de mono em japonês....percebi agorinha...

     



    Escrito por eu mesma às 11:16:22 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Palavras em utinaguti (dialeto de Okinawa)

     

     

    Citei neste atalho, palavras em português traduzidas para o utinaguti:

    http://nozomi.zip.net/arch2008-01-01_2008-01-31.html

    neste atalho, veja alguns adjetivos para o okinawano:

    http://nozomi.zip.net/arch2009-04-01_2009-04-30.html

    palavras em utinaguti que imitam a natureza ou o ambiente (onomatopéia):

    http://nozomi.zip.net/arch2009-09-01_2009-09-30.html

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:08:17 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Palavras em utinaguti (dialeto de Okinawa)

     

    Palavras que envolvem sentimento, em utinaaguti tem o prefixo timu(fígado) que em português é o coração. 

     

     

    ちむじゅらさん (timudyurassan)  bondoso(a), bom coração ou fígado bonito

    ちむがなさん (timuganassan)  carinhoso(a), terno(a) ou fígado triste

    ちむぐるさん  (timugurussan) doloroso ou fígado sofrendo

    ちむどんどん  (timudondon)  aflito(a), ansioso(a), batimento cardíaco acelerado,  ou fígado fazendo don don

    ちむわさわさ  (timuwassawassa) inquieto(a), aflito(a), ansioso(a) ou fígado animado

    ちむふじ (timufudyun) satisfeito(a)

    ちむぬしぬばらん (timunushi nuubaran) angustiado(a), agoniado(a)

    ちむえーねーらん (timuee neeran) enfadonho, aborrecido

    ちむがかい (timu gakai) preocupado(a)

    ちむくいゆん (timu kui yun) dar atenção

    ちむぐうさん (timu guussan) inseguro(a), acanhado(a), coração pequeno ou fígado pequeno

    ちむしからさん (timu shikarassan) sentir tristeza ou fígado na solidão

    ちむうみー (timu umii) pensar, refletir, imaginar

    ちむのーとん (timu nooton) o mal estar passou ou o fígado consertou

    ちむやんじゅん (timu yandyun)  faz mal ao coração ou estraga o fígado

    ちむびるさん (timu birussan)  magnânimo, coração grande ou fígado espaçoso

     

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:07:17 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    SIM E NÃO

     

     

    はい” (hai)  (to)  いいえ” (iiê)

    Continuando com os vídeos do Byron (比嘉光龍), nos tempos em que Okinawa era um estado independente, não havia palavra para “sim” e “não” na língua corrente.   Cada classe social tinha uma forma diferente para expressar afirmação ou negação.  Para concordar, é um som rápido.  Para negar há uma entonação que começa subindo e depois desce (é como se dissesse não é não).

    Os damiyôs diziam     ih (sim)   e  iiih (não).

    Os samurais diziam    uh(sim)   e uuuh (não)

    O povo dizia   oh(sim)  e  oooh(não)

     

    OUÇA no vídeo e tente captar  o que Byron diz:



     

     

     

    Veja no wikipedia o que é daimiyô e samurai.

     

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Samurai

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Daimyo

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 10:15:57 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    sobre o uchinaguchi

     

    No vídeo abaixo, Byron ( 比嘉光龍 ) e uma senhora okinawana conversam sobre a entonação e a similaridade de algumas palavras em uchinaguchi (dialeto de Okinawa). 

    É um trabalho do Byron para que a língua não se perca  com o desuso nas novas gerações.  

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:21:40 AM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    pode aprender uchinaguchi

     

    Fija Byron ( 比嘉光龍 ), misto de okinawana e americano, divulga o dialeto através de muitos vídeos que você pode ver um atrás do outro.

    Pode até aprender um pouquinho.

    Espie:

     

     

    no atalho abaixo pode encontrar mais informacoes sobre o carinha:

    http://www.okinawabbtv.com/international/uchinaguchi/byron.html#

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:51:27 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Culinária Okinawana

    No Livro – Receitas caseiras da culinária japonesa, Editora JBC, há receitas tradicionais de origem okinawana, por Yukio Oyakawa.

     

    http://www.editorajbc.com.br/

     

        

     

      

     

       

     


     



    Escrito por eu mesma às 06:51:33 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    Festas de casamento na década de 50

     

     

    Mamãe contou-me como eram as festas de casamento na sua juventude.

    Foi no início da década de 50 do século passado.  Os casamentos eram os grandes acontecimentos na comunidade de utinantchus (ウチナンチュs), no Bairro do Tijuco Preto.   As moças e os moços solteiros de cada família iam para a casa onde haveria o casamento e ficavam por três dias para ajudar na realização. 

    Na sexta-feira, mamãe-jovem levava uma trouxa com roupas (da festa também) e só voltava no domingo, depois que tinham lavado, limpado e arrumado tudo.

    As moças ajudavam a fazer doces japoneses como manjú (まんじゅ), yakimanju (やきまんじゅ), moti (もち), bolos, o umbussá (- cozido okinawano) e os assados.  E, os rapazes eram encarregados de armar a tenda de lona, as mesas e os bancos e também de matar galinhas e porcos.  As tendas eram armadas sobre o terreiro de secar café que os sítios possuíam.

    Essas ocasiões eram oportunidades para as moças e moços conhecerem um ao outro e quem sabe surgir um novo casal, após os três dias “de paquera”.

    Não havia música ocidental ou mesmo baile nos casamentos.  Quem tocava sanshin, como o meu avô, levava o instrumento  e tomava a iniciativa de animar a festa.  Havia apresentação de danças okinawanas que  mamãe-jovem não participava.

    Perguntei – havia treino dessas danças?  Sim, os treinos de dança eram comuns em dias de semana à noite no nihongakko (escola japonesa) e o avô era chamado para ajudar a determinar o ritmo e o som aos exercícios.  

    Depois da finalização da festa, cada moça ou moço recebia uma lembrança (toalha geralmente) dos donos da casa. 

    Daí, mamãe comentou:  eram muito diferentes das festas de hoje...  

    Lembrei-me que um dia desses vi na TV (Fantástico? GNT? sei lá?) um casal que mora em Sampa ir até o interior (na terra natal no Nordeste)  fazer a festa de casamento. Armaram a tenda, disseram que haveria 1.000 pessoas,   as mesas para comer eram poucas, mas iam se revezando e ao final havia um grande forró com todas as 1.000 pessoas dançando felizes no chão batido....

    E, então, o sentimento de alegria da festa é o mesmo, na década de 50, no interior do Nordeste ou hoje por aqui.

     

     

    Meu filho instalou o Google Chrome pra mim.   Nos sites estrangeiros (qualquer língua eu acho) diz:    Esta página está em ......    Deseja traduzi-la? 

    Clico na opção e pronto....  é uma tradução    marromeno   mas, dá pra ter uma idéia do que estão falando.....

     

    p.s. se você não sabe o significado de algumas palavras, veja aqui:

    http://nozomi.zip.net/arch2009-04-01_2009-04-30.html


     

     

     



    Escrito por eu mesma às 05:32:40 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    NABERÁ ou ナべラ-

    Naberá é um vegetal comestível, tipicamente okinawano.   Na verdade é o vegetal com que se faz a bucha para tomar banho.  Quando verdinho, cortado em rodelinhas dá uma sopa que é uma delícia. Pena que em Curitiba não vejo ninguém vendendo naberá.

     

     

    Para virar bucha de banho, tem que deixar crescer mais, secar bem, tirar a casca e as sementes  e lavar com algum produto branqueador.

     

     

     

     



    Escrito por eu mesma às 07:23:25 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    漬物 - tsukemono

    Há muito tempo, aprendi com pessoas mais experientes, como fazer o picles de verduras e legumes à moda japonesa.   Se você é descendente de japonês, sabe do que estou falando.  É o famoso tsukemono ou seja um tipo de picles à base de sal.

    O modo tradicional é lavar as verduras e legumes, cortar em pedaços menores, jogar um punhado de sal e sobrepor um peso para fazer pressão e deixar descansar por algumas horas. Atualmente, nos mercados de produtos japoneses, são vendidos aparelhos de material plástico com molas e tampa verde que fazem, mais ou menos,  o mesmo efeito do peso de outrora.

    Ganhei um desses aparelhos que usei durante algum tempo mas, quebrou-se. Até cogitei em comprar um substituto. No entanto, achei uma maneira muuuuito mais fácil e rápido de fazer os tais tsukemonos (漬物 ).   Hoje fiz de acelga. É só colocar todos os legumes e o sal dentro de um saco de plástico resistente e transparente e limpo de preferência.  Aperte bem, como se fosse amassar o pão e o ar vai saindo todinho, ficando uma massa num vácuo.   Em quinze minutos, está pronto. Como dizia a minha sobrinha Julia (quando era pequenininha): Facíssimo.

     

    Demorei mais pra escrever aqui e enviar a foto que fazer o tsukemono.  Menos de 15 minutos.

     

     



    Escrito por eu mesma às 11:25:58 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



     
     

    オノマトペア - ONOMATOPÉIA

     

     

    Onomatopéia ou onomatopea (オノマトペア ou   擬音語 guiongo)

    Se observar um okinawano falar a sua língua (utinaguti  ウチナーグチ), verá que os sons do ambiente e da natureza estão muito presentes.   Abaixo, listo umas poucas palavras  mas, tem muito, muito mais.   Algumas estão na net e outras o meu pai esclareceu (mais ou menos).   Para confirmar a exatidão, teria que pesquisar com outros membros da comunidade.

     

     

     

    Lista de palavras onomatopeicas em utinaguti:

     

    Baa baa  (バーバー) – vento forte (em japonês é byuu byuu びゅうびゅうー)

    Dara dará  (ダラダラ– ) – atitude apática ou quando o corpo não tem firmeza

    Djiri djirí  (ジリジリ) –  quantidade exata

    Gassa gassá (ガサガサ) – ruído ou barulho 

    Kuu kuu  (くーくー) –  sufocar-se ao comer batatas

    Oho oho ou orro orro  (オホオホ) – tosse  (em japonês é goho goho ごほごほ)

    Para pará  (パラパラ–) –  grandes gotas de chuva caindo no telhado

    Pata pata  (パタパタ–) – bater de asas de uma ave

    Putu putu  (プトプト) – angu cremoso fervendo na panela.

    Shipu shipuu (シプシプー) –  chorar ou umedecer

    Tyon tyon  (チョンチョン) – pingos de chuva começando a cair (em japonês é ぽたぽた)

    Waji wajii (ワジワジー) –  ficar ofendido

    Wassa wassa (ワサワサ) – pessoas animadas conversando

     

    Onde achei algumas palavras:

    http://michisan2.ti-da.net/c129595.html

     



    Escrito por eu mesma às 05:01:20 PM
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]